quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

THE BEST OF RUNNING

Na edição de Dezembro de 2009 da Runner's World, (pelo menos na edição norte-americana) vem um artigo sobre os melhores corredores de sempre.

É claro que cada um puxa a brasa à sua sardinha, e os Americanos puxaram para a melhor performance de uma vitória de um corredor desconhecido e inesperado (não percebo nada de inglês, mas penso que esta a tradução anda muito perto...) como sendo o Billy Mills. Mas, até os americanos dão o braço a torcer e põem no "lugar de honra" a vitória de Carlos Lopes na Maratona Olímpica de 1984 duas semanas depois de ter sido atropelado. Recorde Olímpico da Maratona durante 24 anos.
De facto somos um país pequenino, mas temos gente muito grande...

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Portugal já foi aqui...

Isto de viver numa ilha tem os seus contras. Quando é para comprar material de desporto, não tenho as mesmas opções de alguém que esteja no continente. Quer a nível de lojas e de variedades de produtos, quer a nível de… compras pela internet.
E isto é que é estranho…
Desde o não fazerem entregas nos Açores a inflacionarem o preço do transporte, já me deparei com tudo…
Por vezes parece que Portugal não chega aqui…

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Haruki Murakami

Auto-retrato do escritor enquanto corredor de fundo


Hoje encontrei este livro por acaso numa estação dos ctt…
Uma autobiografia de um escritor que também é corredor de fundo.
Só pode ser bom…

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

o segredo

Era uma vez...
uma corrida de sapinhos!
O objetivo era atingir o alto da torre.
Pela encosta da serra havia uma multidão a assistir; muita gente para vibrar e torcer por eles.
Começou a competição.
Mas como a multidão não acreditava que os sapinhos conseguissem chegar à torre, o que mais se ouvia era:
"Que pena!... Não vão conseguir... é muito dificil!!!"
E os sapinhos começaram a desistir.
A multidão continuava: "Não vão conseguir! Que pena mas não vão conseguir!"
E os sapinhos iam desistindo, um por um...
Mas havia um persistia e continuava a sua subida daté ao topo, embora ofegante e já muito cansado, continuava a sua corrida.
Todos desistiram, menos ele.
A curiosidade apoderou-se da multidão, todos queriam saber...
Como é que ele tinha conseguido tal feito?
E quando o entrevistaram para saber como tinha conseguido chegar ao cimo da torre...
... descobriram que ele era surdo!

"AFASTE-SE DAS PESSOAS QUE TENTAM DEPRECIAR AS SUAS AMBIÇÕES. AS PESSOAS INSIGNIFICANTES FAZEM-NO SISTEMATICAMETE, ENQUANTO QUE AS VERDADEIRAMENTE GRANDES O FAZEM SENTIR-SE QUE TAMBÉM VOCÊ SE PODE TORNAR GRANDE." Mark Twain