domingo, 29 de novembro de 2009

hidratação

Chega a hora de alinhavar um novo plano de treinos para fazer face aos objectivos a que me proponho. Para isso estou a fazer um apanhado das coisas que aprendi e funcionam comigo. E acho que devo partilhar aqui isso, sem outo objectivo a não ser o de partilhar experiência.


AQUI FICAM ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O QUE EU FUI LENDO EM VÁRIOS SÍTIOS (REVISTAS, SÍTIOS DE INTERNET E LIVROS) E QUE FUNCIONAM COMIGO. NÃO TEM BIBLIOGRAFIA PORQUE A MAIORIA JÁ NÃO SEI DE ONDE VEIO.
A desidratação não é limitada aos dias quentes de verão. É claro que com o calor e a humidade é mais provável que se chegue a um estado de desidratação. Alguns especialistas afirmam que a maioria das pessoas anda num constante estado de desidratação, todo o ano, mesmo nos dias frios. Geralmente só bebemos água quando sentimos sede, mas um atleta não se pode regular pela sede, quando se sente sede já é tarde demais. Com a transpiração causada pelo exercício os atletas têm que ter mais atenção a esta situação; um atleta que chegue a ficar desidratado, ainda que ligeiramente, perde rendimento e além disso o corpo não consegue hidratar de imediato. A sede não é um bom sinal, devemos beber água ao longo do dia e aumentar o consumo quando fazemos desporto, devemos estar constantemente hidratados, só assim conseguimos uma boa corrida e uma boa recuperação. Os tais especialistas dizem que uma pessoa sedentária deve beber no mínimo 1,5 litros de água por dia e este consumo para pessoas activas deve subir para os 2 litros.
Podemos controlar o nível de hidratação pela cor da urina: quanto mais clara for, melhor hidratado se está.
Quando fazemos exercício devemos beber uns goles de água no máximo a cada 15 minutos (até uns 150ml). Se estivermos a correr com calor ou no ginásio, onde a desidratação é potenciada, devemos beber ainda mais amiúde. Se for uma corrida curta (menos de 1 hora) a água deve ser suficiente, mas se corrermos por mais tempo então devemos alternar a água com uma bebida desportiva (Isostar ou powerade, são as que eu uso mais vezes) para não diminuir os sais minerais (sódio principalmente) no organismo. Depois da corrida devemos continuar a beber aos poucos (não duas garrafas de água de pancada…), podendo beber outras bebidas (a mim sabe-me bem uma coca-cola fresquinha) mas sempre acompanhadas com mais água. Sabe-me bem ir comendo umas passas de uvas, uns figos secos ou mesmo uns amendoins (salgados para ajudar a repor o sódio), uma banana (ajuda repor os níveis de Potássio) e há quem coma laranjas (eu não consigo comer laranjas depois do esforço, dão-me a volta ao estômago).
Beba água, mantenha-se hidratado.