quarta-feira, 25 de novembro de 2009

rumo a 2010

E eis que estamos de novo naquela época do ano: o Natal. Ainda falta um mês para o dia de Natal, mas as conversas que se ouvem de socapa na rua já versam sobre o assunto. Os presentes, as decorações, os preços… A verdade é que me parece que a época de Natal chega cada vez mais cedo, e cada vez mais o Natal está ligado ao consumismo.
Logo depois apresenta-se um novo ano, e como a época de Natal é tão grande e comprida o ano novo chega sem estarmos preparados, i.e., não deixa espaço para reflectir bem acerca do ano que acaba para preparar melhor as metas para o ano que começa.
E o sucesso começa na boa preparação.
Eu estou a fazer este “balanço”. Pensar a fundo sobre as principais coisas que me aconteceram. Reflectir e tentar perceber o que se passou de menos bom: as causas; o que poderia ter feito e não fiz, o que fiz e não devia ter feito; o que posso melhorar; o que não devo repetir (e ás vezes repito, chama-se a isto burrice!). Olhar também (e sobretudo) para o que se passou de bom, como posso potenciar essas coisas para que melhore mais ainda. E depois de isto tudo esmiuçado traçar as linhas mestras para o novo ano, sem muitos planos pormenorizados, só o rumo geral.