quarta-feira, 28 de abril de 2010

as dificuldades incentivam...

Já o ano passado fiz este treino: transformar a meia-maratona dos bravos numa maratona-treino. A filosofia é simples: partir 2h antes da meta em direcção à partida e esperar chegar lá a tempo de voltar à meta com os concorrentes habituais.
O ano passado este treino correu na perfeição. Este ano a preparação está um pouco diferente: no sábado vou estar mais cansado, é que na sexta-feira ainda tenho previsto um treino de quase 2h em mata (no Monte Brasil), por isso não espero ter a mesma performance do ano passado 1h34m na prova propriamente dita.

Este mês não foi muito famoso em termos de treinos. “Faltei” a três treinos planeados e encurtei meia dúzia de quilómetros dois longões. Por isso vou avaliar com um suficiente o mês, ou seja, fiz apenas o mínimo que eu penso ser necessário para acabar o grande objectivo.

Na segunda-feira deparei-me com a mensagem deixada pelo tartaruga. Tarde para uma corrida... Não nos conhecíamos pessoalmente. Talvez nos voltemos a encontrar na meia da areia, com mais tempo para a conversa.

Boas corridas.